Rolando Toro e Eliana

“Estimo que não pode ser professor aquele que não conhece e não sente o primitivo, o prístino da vida”.
Rolando Toro (1953)

“Nossa tarefa não é simplesmente exercer uma profissão senão realizar a missão de induzir uma mudança interior de respeito e profunda solidariedade humana.”
Rolando Toro
Santiago de Chile, 14/02/2010

Eliana

“Esta Escola vem sendo gerida com muito amor, cuidado e profissionalismo. Durante todo o ano de 2007, nós, Facilitadores de Biodanza, nos reunimos e refletimos profundamente sobre todo o processo de formação em Biodanza. Tenho certeza de que esse amadurecimento e o comprometimento com a excelência, tanto no nível afetivo quanto no intelectual dos nossos alunos, são o elixir da nossa Escola. A Missão e os Valores desta Escola foram discutidos, refletidos e elaborados em total parceria e empatia."

Eliana Almeida, Diretora da Escola de Biodanza Rio-Barra

A Escola de Biodanza Rio-Barra

A Escola de Biodanza Rio-Barra é gerida para a coletividade com a participação ativa dos alunos, oferecendo atividades regulares de:

1 - Formação de novos Facilitadores (aberta em 2008);
2 - Grupos Regulares abertos e semi-abertos ao público;
3 - Maratonas de Biodanza;
4 - Workshops, Seminários e Cursos de Extensão;
5 - Biodanza e Ação Social.

SUA MISSÃO é desenvolver profissionais biocêntricos capazes de operar o Sistema Biodanza Rolando Toro com consciência ética, sendo assim um centro irradiador do Biocentrismo.

Tem como Valores:

1 - Principio Biocêntrico: a vida como principio básico
2 - Ética: o amor como fundamento
3 - Prazer: o caminho para saúde
4 - Biocósmico: êxtase com a totalidade
5 - Cuidado: a essência do humano
6 - Vivência: comprometimento com a ortodoxia

Formação de Facilitadores

Desde 2008, a Escola oferece a formação em Facilitador de Biodanza. Ser facilitador representa mais do que uma nova carreira profissional, mas um compromisso com os valores e princípios que norteiam todo o sistema Biodanza.

De acordo com dados da International Biocentric Foundation (IBF), há cerca de 150 escolas no mundo: 80, na América Latina, Canadá e nos EUA; 60, na Europa, Japão, África do Sul, Israel, Austrália e na Rússia, com 40 alunos. Há mais de 4.000 facilitadores diplomados no mundo, dos quais 1.900 titulados nos últimos cinco anos. São 2.200 Facilitadores graduados no continente Americano e 1.800 na Europa e outros países. A IBF estima cerca 2.500 alunos em todas as escolas do mundo.
Saiba mais sobre a Formação e info da comunidade: Site International Biocentric Foundation

Critérios de Admissão na Formação

Ser participante de um grupo regular.
Obs.: Para aqueles que ainda não fazem parte de um grupo regular, serão oferecidas Maratonas Vivenciais, permitindo que todos possam ter pelo menos 50 horas de vivência de Biodanza.

Conheça o Programa Único de Formação em Facilitador(a) de Biodanza

"A formação do Professor de Biodanza consiste, essencialmente, em descobrir uma missão, transmitir o estado de graça, mostrar novos caminhos para exercer o amor e despertar a consciência iluminada.
Frequentemente, as pessoas vivem uma identidade enganada. Reduzem a sua existência às exigências de um ambiente empobrecido, quando não mesmo tóxico.
Se os Homens se sentem insignificantes, as suas ações são insignificantes.
A auto-imagem de inferioridade cria monstros. Muitas pessoas não sabem que têm dentro uma divindade.
A natureza essencial do humano é a eterna celebração da vida. Esta condição revela-lhe uma visão iluminada sobre si mesmo e sobre o mundo.
A iluminação interior não é um privilégio pessoal. Estar iluminado para si mesmo não basta. A nossa luz é para iluminar os que permanecem na escuridão, para poder vê-los na sua essência e transmitir-lhes a luz.
Viver é uma oportunidade muito especial, a oportunidade de perceber "o humano eterno" e sentir no corpo o prazer da sacralidade da vida.
Há, em nós, algo maior e mais maravilhoso do que o que pensamos ou fazemos.
Se não nos conectamos com esse fundo eterno, sentindo que somos pobres mortais cheios de dificuldades, a nossa vida torna-se insignificante.
Adquirir essa conexão com o esplendor da vida é essencial. Na verdade, a iluminação, sobre a qual se fala frequentemente como sendo um fenômeno excepcional cheio de conotações místicas misteriosas e ocasionais, é uma condição natural de todos os seres humanos. Trata-se de uma mudança de visão de nós próprios e do significado da vida. É um novo modo de vincular-se comos outros e enfrentar as dificuldades, fazendo parte do nosso trabalho alquímico, aceitando a abundância e a beleza que gera o amor.
Somos muito mais do que o que habitualmente pensamos. Somos criaturas cósmicas capazes de amar e de criar beleza.
Se não assumimos a grandeza, transformamo-nos em assassinos e a nossa vida torna-se insignificante..."

Rolando Toro
- Santiago de Chile, 14/02/2010

Este vídeo de Rolando Toro Araneda foi feito por Valu Ribeiro em 2007 - São Paulo no encerramento da Maratona de Xamanismo, realizada pela Escola Paulista de São Paulo: Direção Marlyse Appy e Angelina Pereira.